Gerei meu filho com câncer no útero


reputation.tooltip.user_level
Selo +2
  • Mamãe de primeira viagem
  • 6 Respostas

Meu nome é Alyne, tenho 33 anos, sou formada em técnico de enfermagem, casada á 10 anos e além do Daniel tenho um filho de 6 anos. A descoberta da gravidez do Daniel, confesso que foi uma grande surpresa pra mim, pois eu não pensava em ter outro filho por enquanto. Minha menstruação atrasou, e comecei sentir enjoos. Como trabalho na área, fiz um exame Beta Hcg E pra minha grande surpresa, deu positivo!

Foi difícil de aceitar, pois na minha cabeça esse não era o momento. Marquei ginecologista pra iniciar o pré natal. Na minha primeira consulta com o gineco, como eu estava de pouco tempo, ele disse que iria colher um papanicolau. Foi aí que tudo começou...

Na hora do exame, o médico disse que meu útero estava muito sensível, que só de colocar a mão sangrava, mais que poderia ser apenas uma infecção. Ok! Me deu medicamentos pra tomar, antibióticos e anti inflamatórios, marcou que queria me ver daqui 30 dias. Vim embora normalmente e vida que segue.

Porém, depois de 7 dias da colheita do papa, recebo uma ligação de que meu papanicolau deu algumas alterações e que seria necessário antecipar a consulta. Por trabalhar na área da saúde, ter um pouco de entendimento, já comecei a me preocupar. Cheguei na consulta, o médico disse que no papanicolau tinha dado adenocarcinoma in situ. Me explicou que iria me encaminhar pra fazer biópsia, pra confirmar ou não a doença.

Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos!

8 Respostas

reputation.tooltip.user_level
Selo +2
Nossa 😱😱, que perigo 😣
reputation.tooltip.user_level
Selo +4
Oi, Alyne!

Que história de superação e milagre. Parabéns por ser tão forte e manter a gestação.

Beijos e tudo de bom!
Selo
Que Deus abençoe você e seu bebê .!
Selo
Que história de coragem a sua e muita superação e amor. Que Deus abençoe vocês.
reputation.tooltip.user_level
Selo +2
Alyne escreveu:

Meu nome é Alyne, tenho 33 anos, sou formada em técnico de enfermagem, casada á 10 anos e além do Daniel tenho um filho de 6 anos. A descoberta da gravidez do Daniel, confesso que foi uma grande surpresa pra mim, pois eu não pensava em ter outro filho por enquanto. Minha menstruação atrasou, e comecei sentir enjoos. Como trabalho na área, fiz um exame Beta Hcg E pra minha grande surpresa, deu positivo!

Foi difícil de aceitar, pois na minha cabeça esse não era o momento. Marquei ginecologista pra iniciar o pré natal. Na minha primeira consulta com o gineco, como eu estava de pouco tempo, ele disse que iria colher um papanicolau. Foi aí que tudo começou...

Na hora do exame, o médico disse que meu útero estava muito sensível, que só de colocar a mão sangrava, mais que poderia ser apenas uma infecção. Ok! Me deu medicamentos pra tomar, antibióticos e anti inflamatórios, marcou que queria me ver daqui 30 dias. Vim embora normalmente e vida que segue.

Porém, depois de 7 dias da colheita do papa, recebo uma ligação de que meu papanicolau deu algumas alterações e que seria necessário antecipar a consulta. Por trabalhar na área da saúde, ter um pouco de entendimento, já comecei a me preocupar. Cheguei na consulta, o médico disse que no papanicolau tinha dado adenocarcinoma in situ. Me explicou que iria me encaminhar pra fazer biópsia, pra confirmar ou não a doença.

Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos!

Alyne escreveu:

Meu nome é Alyne, tenho 33 anos, sou formada em técnico de enfermagem, casada á 10 anos e além do Daniel tenho um filho de 6 anos. A descoberta da gravidez do Daniel, confesso que foi uma grande surpresa pra mim, pois eu não pensava em ter outro filho por enquanto. Minha menstruação atrasou, e comecei sentir enjoos. Como trabalho na área, fiz um exame Beta Hcg E pra minha grande surpresa, deu positivo!

Foi difícil de aceitar, pois na minha cabeça esse não era o momento. Marquei ginecologista pra iniciar o pré natal. Na minha primeira consulta com o gineco, como eu estava de pouco tempo, ele disse que iria colher um papanicolau. Foi aí que tudo começou...

Na hora do exame, o médico disse que meu útero estava muito sensível, que só de colocar a mão sangrava, mais que poderia ser apenas uma infecção. Ok! Me deu medicamentos pra tomar, antibióticos e anti inflamatórios, marcou que queria me ver daqui 30 dias. Vim embora normalmente e vida que segue.

Porém, depois de 7 dias da colheita do papa, recebo uma ligação de que meu papanicolau deu algumas alterações e que seria necessário antecipar a consulta. Por trabalhar na área da saúde, ter um pouco de entendimento, já comecei a me preocupar. Cheguei na consulta, o médico disse que no papanicolau tinha dado adenocarcinoma in situ. Me explicou que iria me encaminhar pra fazer biópsia, pra confirmar ou não a doença.

Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos!

Você é uma mãe incrível! :) Que Deus abençoe você seu bebê e sua família. Um exemplo sobre ser mãe! :$
Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos![/quote]
Tamae escreveu:

Alyne escreveu:

Meu nome é Alyne, tenho 33 anos, sou formada em técnico de enfermagem, casada á 10 anos e além do Daniel tenho um filho de 6 anos. A descoberta da gravidez do Daniel, confesso que foi uma grande surpresa pra mim, pois eu não pensava em ter outro filho por enquanto. Minha menstruação atrasou, e comecei sentir enjoos. Como trabalho na área, fiz um exame Beta Hcg E pra minha grande surpresa, deu positivo! que corajosa eu também estive grávida mas com cancer de mama da minha última filha.

Foi difícil de aceitar, pois na minha cabeça esse não era o momento. Marquei ginecologista pra iniciar o pré natal. Na minha primeira consulta com o gineco, como eu estava de pouco tempo, ele disse que iria colher um papanicolau. Foi aí que tudo começou...

Na hora do exame, o médico disse que meu útero estava muito sensível, que só de colocar a mão sangrava, mais que poderia ser apenas uma infecção. Ok! Me deu medicamentos pra tomar, antibióticos e anti inflamatórios, marcou que queria me ver daqui 30 dias. Vim embora normalmente e vida que segue.

Porém, depois de 7 dias da colheita do papa, recebo uma ligação de que meu papanicolau deu algumas alterações e que seria necessário antecipar a consulta. Por trabalhar na área da saúde, ter um pouco de entendimento, já comecei a me preocupar. Cheguei na consulta, o médico disse que no papanicolau tinha dado adenocarcinoma in situ. Me explicou que iria me encaminhar pra fazer biópsia, pra confirmar ou não a doença.

Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos!

Alyne escreveu:

Meu nome é Alyne, tenho 33 anos, sou formada em técnico de enfermagem, casada á 10 anos e além do Daniel tenho um filho de 6 anos. A descoberta da gravidez do Daniel, confesso que foi uma grande surpresa pra mim, pois eu não pensava em ter outro filho por enquanto. Minha menstruação atrasou, e comecei sentir enjoos. Como trabalho na área, fiz um exame Beta Hcg E pra minha grande surpresa, deu positivo!

Foi difícil de aceitar, pois na minha cabeça esse não era o momento. Marquei ginecologista pra iniciar o pré natal. Na minha primeira consulta com o gineco, como eu estava de pouco tempo, ele disse que iria colher um papanicolau. Foi aí que tudo começou...

Na hora do exame, o médico disse que meu útero estava muito sensível, que só de colocar a mão sangrava, mais que poderia ser apenas uma infecção. Ok! Me deu medicamentos pra tomar, antibióticos e anti inflamatórios, marcou que queria me ver daqui 30 dias. Vim embora normalmente e vida que segue.

Porém, depois de 7 dias da colheita do papa, recebo uma ligação de que meu papanicolau deu algumas alterações e que seria necessário antecipar a consulta. Por trabalhar na área da saúde, ter um pouco de entendimento, já comecei a me preocupar. Cheguei na consulta, o médico disse que no papanicolau tinha dado adenocarcinoma in situ. Me explicou que iria me encaminhar pra fazer biópsia, pra confirmar ou não a doença.

Fui, fiz a biópsia e em 20 dias veio o resultado: Tumor maligno de colo de útero. Foi tudo muito rápido. Fui encaminhada pra um ginecologista oncologista e mais outro oncologista. Lá eles me explicaram que por estar gestante não teria muita coisa pra ser feita, pois a quimio prejudicaria meu bebê. E como eu escolhi em manter minha gravidez, os médicos estavam planejando uma forma de não me prejudicar e nem prejudicar o bebê.

Conto pra vocês sobre a minha gestação no próximo post!

Beijinhos!

Você é uma mãe incrível! :) Que Deus abençoe você seu bebê e sua família. Um exemplo sobre ser mãe! :$

:DQue corajosa parabéns. Eu também tive cancer só que de mama e grávida fiz quimioterapia e mastectomia radical. Que Deus continue abençoando vc e seu bebe.
:DQue corajosa parabéns. Eu também tive cancer só que de mama e grávida fiz quimioterapia e mastectomia radical. Que Deus continue abençoando vc e seu bebe.

Comentar

    • :D
    • :?
    • :cool:
    • :S
    • :(
    • :@
    • :$
    • :8
    • :)
    • :P
    • ;)