É normal o bebê perder peso nos primeiros dias?


reputation.tooltip.user_level
Selo +3

Uma das principais preocupações das mães, principalmente as de primeira viagem, é com o peso do bebê. E esse receio começa desde os primeiros dias de vida, quando percebemos que, dois ou três dias depois do nascimento, ou assim que deixamos a maternidade, o pequeno já não tem o mesmo peso de quando nasceu.

Mas não fique preocupada! É comum o bebê emagrecer um pouco nos primeiros dias. Isso acontece por conta da perda de água de seu organismo e faz parte da adaptação da vida fora do útero. Essa perda pode chegar a até 10% do seu peso de nascimento. Assim, se o seu bebê nasceu com 3 quilos, por exemplo, é normal que seu peso cai para até 2,7 quilos.

De modo geral, o bebê deve recuperar o peso entre 10 e 15 dias depois de nascer. Se ele continuar a emagrecer após esse período, é preciso procurar o pediatra para que ele avalie o que pode estar acontecendo.

E por mais que muitas pessoas tentem te convencer do contrário, jamais ache que a culpa é de seu leite “fraco”, uma vez que isso não existe. Há vários motivos para a perda de peso, entre eles a pega errada na hora da amamentação.

Por isso, antes de usar leite artificial como complemento, busque o pediatra do bebê e discuta com ele as possíveis causas da perda de peso e quais são os caminhos a serem seguidos!


Seu bebê perdeu muito peso nos primeiros dias após o nascimento? Conseguiu recuperar depois?










Sim, por isso, não se assuste se, ao sair da maternidade, você perceber que seu filho está mais magro. Isso acontece por conta de perda de água, ou seja, faz parte da adaptação à vida extrauterina e é absolutamente normal. Essa perda pode chegar a até 10% do peso de nascimento nos primeiros dias de vida. Mas fique atento: o bebê deve recuperar esses gramas entre 10 a 15 dias depois de nascer. Se continuar perdendo peso após esse período, deve ser avaliado pelo pediatra, pois várias situações podem estar envolvidas, sendo a mais comum delas a técnica inadequada do aleitamento materno.

Segundo a especialista, o colostro tem em sua composição pouca gordura, o que otimiza a perda de 10% do peso em relação ao nascimento. "A suplementação alimentar é indicada apenas quando a perda de peso for superior a 10% ou quando a criança não recupera o peso após os 15 dias de vida", explica. Bebês que fazem parte de grupos de risco como, prematuros, filhos de mãe diabética, mães com mamoplastia ou prótese de silicone também costumam precisar de suplementação alimentar.

— O colostro é rico em proteínas, anticorpos, sais minerais e imunoglobulinas. Por isso, é considerado a primeira vacina do recém-nascido — explica a neonatologista Ana Marily Soriano.

— Toda criança deve ter acompanhamento mensal com o pediatra para, entre outras coisas, verificar a curva de peso. Apenas o pediatra pode identificar o risco nutricional e indicar o uso de fórmulas — conclui.

0 Respostas

Seja o primeiro a responder!

Comentar

    • :D
    • :?
    • :cool:
    • :S
    • :(
    • :@
    • :$
    • :8
    • :)
    • :P
    • ;)